terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Escova Progressiva

Escova progressiva com formol tornou-se frequente, pois é barato, rápido e deixa os fios com brilho intenso. No entanto, o efeito é igual ao da calda da maçã do amor: por fora lindo e brilhante e por dentro desidratado e quebradiço, ao pentear ou prender o fio se quebra.

O formol é permitido a 0,2% como conservante e a 5% como endurecedor de unhas, mas seu uso como alisante não é permetido. Para alisar o formol deverá ser aplicado em concentrações de 20 a 30%, o que é totalmente vetado pela ANVISA.

Perigo do formol: ao respirar o ar com formol pode causar irritação dos olhos, nariz, dar dor de cabeça, falta de ar, vertigem e dificuldade para respirar. A pele pode ficar esbranquiçada, áspera e ressecada.

Na minha opinião não vale a pena ter um cabelo liso mas todo danificado e com pouco volume, quem tem muito cabelo até pode fazer, mas tem que associar uma hidratação.

Temos duas opções que danificam um pouco menos o cabelo:
  • Escova progressiva (sem formol): consiste na aplicação de tioglicolato a cada 4 meses, dando efeito de alisado. Só tem que ter cuidado para não fazer por cima do cabelo alisado, pois o cabelo parte.
  • Escova japonesa: é o tioglicolato em alta concentração para alisamento rápido em apenas uma sessão.

Acho que o melhor mesmo é assumir nossos cachos!!!!

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Protetor Solar

Saber usar um bom filtro solar é fundamental, principalmente agora no verão em que ficamos mais expostos ao sol, pois o que prejudica a pele é a radiação ultravioleta. São dois os tipos de radiação que devemos nos preocupar: UVB e UVA.


A radiação UVB esta presente no horário de 11h as 14h. Todo filtro solar possui um FPS (Fator de Proteção Solar) que indica o nível de proteção contra a radiação UVB, que varia de FPS 15 a 100.

Os filtros mais novos oferecem também uma proteção contra a radiação UVA, que esta presente o dia todo. Esta proteção é indicada na embalagem do filtro pela sigla PPD.

Como nessa época vamos muito na praia e na piscina, eu recomendo que o filtro solar tenha pelo menos FPS 30, possua PPD e seja resistente a água.

O filtro solar pode ser em gel, para uma pele mais oleosa, ou em creme para uma pele mais seca. É importante saber que quanto mais leve for o filtro, menor é a sua aderência à pele, e consequentemente é necessário reaplicá-lo com maior frequência.

É muito importante também observar a quantidade de filtro solar que se aplica, o certo é 2g/2cm2. A dica é aplicar uma quantidade em que o filtro solar fique em evidência. Isso é especialmente importante para crianças pequenas. Nunca esqueça de passar nas orelhas, dorso do pé e das mãos.

Aplique sempre o filtro 30 minutos antes de se expor ao sol e reaplique de 2/2h ou após um mergulho. Atenção, filtro solar só é permitido para crianças a partir de 6 meses.