quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Proteção Solar e Vitamina D


selecting sunblock
Na minha opinião é fundamental nos dias atuais a proteção solar. Os pacientes que já sofreram algum tipo de câncer de pele e os que pensam em prevenção, não só do câncer como do envelhecimento precoce e manchas, já desensolveram o hábito de se proteger diariamente. Entretanto alguns estudos têm sugerido que a fotoproteção da pele poderia colocar essa população em risco para desenvolver deficiência de vitamina D e com isso aumentar o risco de deformidades ósseas (Osteomalácia/Raquitismo) e fraturas.

A produção de vitamina D está relacionada com a exposição da pele a radiação ultravioleta B (UVB), o que a torna dependente de um fator externo e suas fontes na dieta são limitadas. Contudo, a radiação UVB é considerada o fator mais ativo na formação do câncer de pele.Os estudos comprovam que os individuos que se protegem do sol apresentam valores menores de vitamina D quando comparados aos que não se protegem, mas não o suficiente para causar deficiência.

Conclusão em individuos saudáveis é muito mais importante se proteger do sol do que temer o prejuízo ósseo. Vale ressaltar que, em um pais tropical como o nosso, a proteção solar absoluta é impossivel de ser praticada e  uma pequena quantidade de sol do cotidiano já é suficiente para sintese de Vitamina D.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Caspa


A descamação no couro cabeludo (caspa) é muito comum e se caracteriza por uma doença crônica, que tende a reaparecer com frequência. Inicia durante os primeiros 3 meses de vida, retornando depois a partir da puberdade e com ápice aos 40 e 60 anos de idade. É importante informar que a caspa não é transmitida pelo contato direto, alguns estudos sugerem relação com hormônios sexuais e a associação de um fungo como fator agravante ou desencadeante, sendo os homens os mais afetados. Devemos afastar doenças como psoriase, alergia, micose, por isso é importante ir ao Dermatologista, antes de tratar. Para tratamento temos muitas opções como remédio oral, shampoos, mousse, que devem sempre ser utilizados para evitar a recidiva, já que não tem cura e piora em épocas do ano como no inverno ou por fator emocional. A dica é lavar o cabelo com regularidade, pois o acúmulo de sebo agrava o quadro.