quinta-feira, 26 de abril de 2012

Dermatite Seborreica



A dermatite seborreica é uma doença crônica muito comum que consiste principalmente na descamação do couro cabeludo (caspa), e que tende a reaparecer com frequência. Ela inicia durante os primeiros 3 meses de vida, retornando depois a partir da puberdade e com ápice aos 40 e 60 anos de idade.

Nos anos 50 o foco das pesquisas foi investigar a associação da dermatite seborreica com a deficiência vitamínica, no entanto até hoje não há comprovação da sua relação com a carência nutricional. Atualmente trabalhos tem apontado para a importância da Malassezia sp, que é um fungo presente na flora normal do homem, como causa da dermatite seborreica em pacientes suscetiveis, já que comprovadamente a doença melhora quando tratamos com antifungicos. Alguns estudos também  sugerem relação com hormônio sexual devido ao aparecimento da doença ocorrer ao nascimento e depois da puberdade, além de os homens serem os mais afetados. O clima frio também tem influência causando uma maior descamação do couro cabeludo, devido à maior velocidade de crescimento e maturação celular. Além disto, nesta época costumamos tomar banhos muito quentes, que contribuem para agravar a doença.

A dermatite seborreica ocorre principalmente no couro cabeludo e se manifesta com intensa produção de oleosidade, descamação e coceira. Pode ocorrer em outros locais como na face (sobrancelhas, barba, pálpebra e no canto do nariz), atrás e dentro da orelha, no peito e nas costas, nestes locais ela se manifesta com lesões avermelhadas e com descamação gordurosa. A dermatite seborreica não é contagiosa. Devemos ficar atentos pois nem toda a descamação no couro cabeludo é dermatite seborreica, pode ser outras doenças como psoríase, alergia, micose, por isso é importante ir ao dermatologista antes de tratar.

Por ser uma doença crônica, inflamatória, devido à provável presença de um fungo, o seu tratamento consiste no controle da inflamação, oleosidade e proliferação do microorganismo (Malassezia sp). Atualmente temos muitas opções de tratamento, como remédio oral, sabonetes, pomadas, xampus e mousse, que devem sempre ser utilizados para controlar e evitar o retorno da dermatite seborreica, já que ela não tem cura e piora em épocas do ano como no inverno ou por fator emocional.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Clarisonic



Muitas pacientes me perguntam sobre o Clarisonic, cujo laboratório fabricante foi recentemente comprado pela L'Oréal, e muito em breve estará aqui no Brasil. Então eu resolvi procurar estudos científicos que comprovem a eficácia dele. O único que existe foi publicado em 2006 no Journal of Cosmetic Dermatology e foi patrocinado pelo fabricante. 

Na minha opinião esse aparelho realmente limpa bem a pele, a escovinha vibra e não gira, podendo ser usado por peles sensiveis. O fabricante diz que o Clarisonic reduz os poros, diminue os pontos pretos e estimula o colágeno, mas não há estudo que comprove. Conclusão: acho um produto interessante, mas muito caro, vamos esperar para ver por que preço ele vai chegar aqui no Brasil. 

Mas quem quer muito uma escovinha para limpar a pele fica a dica:  o Neutrogena Wave Power Cleanser, é barato e tem a mesma proposta do Clarisonic, faz uma limpeza vibratória, deixando a pele limpa e macia. Alguma de vocês tem o Clarisonic ou o Neutrogena Wave Power Cleanser?

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Chocolate x Acne


Uma dúvida frequente no meu consultório é se o chocolate pode piorar as espinhas. Ainda não foi comprovada a influência da dieta com a acne (espinhas). Embora os estudos tenham evidenciado que a dieta com baixo indice glicêmico (açúcares), possa melhorar a acne, não há evidência científica que justifique orientar os pacientes a não comer doces, como chocolates.

No Congresso da Academia Americana de Dermatologia foi questionado a ingestão de derivados do leite de vaca (como chocolate) e o aparecimento da acne, pois foram feitos exames no leite e foi constatado a existência de hormônios que pioram a acne. No entanto, um estudo recente publicado no mês de Janeiro 2012 criticou essa relação, por se tratar apenas de estudos observacionais de curta duração.

Resumindo, não podemos comprovar a relação da dieta com a acne. Chocolate não é a causa das espinhas, mas se você tem predisposição genética e percebe que as suas espinhas pioram com determinados alimento, evite-os. Acho fundamental uma alimentação saudável, por isso na páscoa coma seu chocolate com moderação!!!
FELIZ PÁSCOA!!!